Arquivo da categoria: Aos que sofrem

“Se nada estiver ao teu alcance, entrega a questão inteiramente ao Pai e tudo será resolvido”

Graças a Deus!

Que a paz do Mestre amigo possa trazer-te tudo aquilo de que tu necessitas, como bálsamo para tuas angústias.

Tranquilidade é o teu remédio, mas não poderás comprá-lo – é preciso alcançá-la dentro de ti mesmo, entregando-te inteiramente a Jesus, o nosso Mestre amigo, com todas as consequências. Entrega-lhe os teus problemas, mas faz isto de coração, como quando te abres a um amigo sincero em quem confias plenamente. É esta confiança que deves ter em Deus e é este amor-verdade que tens de dedicar ao maior amigo de todos. Faz isto de hoje em diante: entrega o problema e receberás a solução dentro do tempo previsto.

Não te acarretes com a antecipação de problema algum, pois isto apenas dificulta o desenvolver dos acontecimentos.

Se algo estiver em tuas mãos, faz a tua parte. E se nada estiver ao teu alcance, entrega a questão inteiramente ao Pai e tudo será resolvido da melhor forma. Desprende o teu pensamento e liberta-te de preocupações que só acorrentam mais o teu sofrimento, duplicando-o muitas vezes.

Que o Mestre amigo possa dar-te o encorajamento necessário para que tu possas vencer mais este obstáculo que se apresenta.

Que a paz te ilumine a mente e traga ao teu coração aquilo de que necessitas para conquistar tua tranquilidade; assim, vencerás.

Graças a Deus!

Mensagem psicografada no Rio de Janeiro (RJ) em 1974.

Annular Solar Eclipse as the Sun Sets on May 20, 2012, Albuquerque, New Mexico, May 2012. - Colleen PinskiFoto: Colleen Pinski

“Procura prosseguir, consciente de tuas obrigações espirituais, para não ficares tão vazio dentro de ti”

Que a Paz do Senhor venha a ti, tranquilizando teu espírito ávido de amor e compreensão.

Que os desígnios do Pai sejam aceitos de bom grado por ti.

Que tu jamais te revoltes com a realidade dos fatos, renovados todos os dias de forma diferente.

Que essa compreensão se estenda por toda a Humanidade, desvairada com tantos sofrimentos, cada vez mais acarretando a todos.

Que o Pai possa te aliviar com a compreensão, fortalecendo-te, para que, com fé, tenhas condições de superar os tropeços da vida.

Não desanimes. Não te desesperes. Procura prosseguir, consciente de tuas obrigações espirituais, para não ficares tão vazio dentro de ti. Cumprindo os teus deveres, tu evitas a sobrecarga de novas faltas a te pesar sobre os ombros.

Procurando entender o porquê das coisas, tu te ajudas e vencerás sem revolta.

Que a Paz do Senhor fique contigo e que o Pai Infinito te abençoe agora e sempre.

Graças a Deus.

Mensagem psicografada no Rio de Janeiro (RJ) em 23/4/1974

People Harvesting Salt at Sunset, Ninh Hoa District, Khanh Hoa Province, Vietnam, August 2012, Hoang Giang HaiFoto: Hoang Giang Hai

 

“Analisando-te, policiando-te e meditando, encontrarás a tua paz”

Que a Paz esteja contigo agora e sempre. Graças a Deus!

Paz, meu amigo, é do que vives em busca constante. No entanto, ela se encontra dentro de ti, em teus pensamentos, em teus atos. Ela está em ti mesmo. Analisando-te, policiando-te e meditando, encontrarás a tua paz.

Procura não te perturbares com pequenezas. Observa-te a ti mesmo e executa tudo aquilo que aprendes ser o caminho de te achares. Não desanimes, não se confunda e prossiga, dando de ti tudo que podes em favor do semelhante.

Procura não te acomodares, mas também não te desgastes em vão – todo exagero é prejudicial, tanto à saúde do corpo como à saúde da alma. Tens que tentar ficar no caminho do meio, mas sempre objetivando subir, sempre lutando para te tornares melhor. Mesmo que não consigas muito, entende que o pouco que obtiveres é lucro para tua alma, que sofre por desejar se encontrar totalmente.

Não te amofines com tolices. O que passou passou. O bem e o mal ficam da parte de quem os faz; quem os recebe apenas se beneficia, pois aprende mais uma lição. Quem pratica acarreta efeitos para si; quem recebe se liberta.

Então, medita em teu objetivo. Procura fortalecê-lo e assim vencerás, mesmo lutando incessantemente. Um dia chegarás lá. Um dia terás a alegria de sentir que não foi em vão o teu viver. A luta, meu amigo, é que traz o prazer de viver. Quem não luta não tem objetivo; é como um barco encalhado, que nem mesmo o vento pode mover – só uma grande tempestade consegue deslocá-lo, mas muitas vezes isso acontece em circunstâncias desagradáveis, trazendo grandes prejuízos. Assim, que possas trabalhar, estudar e compreender, para não seres o barco encalhado, evitando o vendaval para fazê-lo movimentar-se e tornar-se útil outra vez.

A vida é uma aula constante de ensinamentos novos. Às vezes, ela se torna rotina, mas só quando não se procura aprender a lição, reincidindo sempre no mesmo erro, surgindo sempre os mesmos problemas. É importante, pois, verificar onde está a causa do incômodo, para procurar corrigi-lo, e não apenas remediar a consequência.

Que procures, meu amigo, de agora em diante, ser mais atento e mais firme em tua vontade de encontrar a solução do teu desassossego. Tem calma, mesmo sentindo que algo não está bem em teu redor – harmoniza-te primeiro. Não dês expansão à tua revolta. Reprime o teu instinto e conseguirás vencer mais fácil. Não te perturbes com coisas que já passaram e que procuraste evitar e não conseguistes, pois são aflições passageiras e sem a mínima importância. Vai, anda e esquece. São coisas da vida perturbada, cheia de inconstâncias. Procura te ajudar, ajudando aos que, como tu, necessitam de luz para encontrar a Paz.

Que a Paz fique contigo. Graças a Deus.

Mensagem psicografada no Rio de Janeiro (RJ) em 20/4/1974

 

“A vida, sem essas vicissitudes, não progride”

Que a Paz esteja contigo agora e sempre. Graças a Deus!

Que o raiar da aurora te traga a força e a luz perfeita do teu restabelecimento. Que Deus, nosso Pai todo-poderoso, fortaleça o teu espírito e a tua matéria combalidos. Estes são os meus primeiros desejos de hoje.

Irmão querido, já estás te recuperando. Tem paciência e fé. Vai palmilhando passo a passo, sem te entristeceres e sem te preocupares. Já tens conhecimento sobre o sofrimento, a doença e a purificação, que são coisas lógicas e corriqueiras do viver de cada um. A vida, sem essas vicissitudes, não progride. Então, se queres caminhar subindo, tens que compreender e aceitar todas essas contrariedades, em todos os setores. Hoje é a saúde; amanhã, a vida social; depois, a família; e assim de acordo com aquilo a que podes resistir mais no momento. Cada ponto afetado é um meio de liquidação, de quitação, de limpeza, como melhor tu aceitares. O certo é que se trata de um meio de tu te libertares de faltas passadas ou presentes. É uma lembrança do Pai, que é amigo e bom.

Sê grato com os acontecimentos de teu viver, de teu dia a dia. Não acalentes a revolta dento de teu coração. Quando te acontecer algo que não programaste, algo de que não podes livrar-te tão facilmente, procura entender que todos têm seu próprio carma e que ninguém resgata dívidas de outrem. Cada um é responsável por si, assim como, na hora de subir, ninguém sobe em substituição a outro irmão. Ninguém é premiado no lugar de outrem. Cada filho de Deus recebe o que lhe cabe, não adianta querer dar vez a ninguém, porque até aí estaria presente o egoísmo. Não fosse assim, como se daria o resgate de cada um?  Onde estaria a elevação progressiva individual? A Lei de Deus não sofre interferências, e assim ela conduz todos ao progresso.

O que tu deves fazer é seguir os desígnios do Pai com aceitação, com consciência de Seu grande amor por Suas criaturas e de Seu desejo de ver os Seus filhos queridos progredirem mais e mais. O Pai obra por uma Humanidade feliz, livre de débitos e de sofrimentos, sem acarretar a vida com purificações.

Que tu possas libertar-te com a maior brevidade de tudo aquilo que te torna preso ao casulo da matéria – os pensamentos, as palavras e os sentimentos negativos, que te atrapalham enormemente a caminhada.

Luz, Paz e muito amor em teu coração cheio de desejo de crescer para a espiritualidade. Que o Senhor Jesus fique contigo e que sua luz cubra tua alma de paz. Graças a Deus!

Mensagem psicografada no Rio de Janeiro (RJ) em 11/7/1974

‘Não és condenado eternamente a um sofrimento’

Que a paz do Divino Mestre esteja contigo agora e sempre, trazendo-te a coragem e a resignação necessárias para que possas prosseguir na tua jornada acidentada por tantos sobes e desces.

O que é fácil não compensa, pois não alimenta a esperança. A vida é o que de melhor possuís na Terra. O viver é a dádiva de Deus. Mas se tudo é fácil, compreensível e bom, não satisfaz. O melhor é o que se consegue com luta.

Não desanimes. Do teu viver, essa grande experiência no mundo, terás grandes resultados. Olha para trás e verás várias pessoas com problemas bem maiores que os teus. Resigna-te e prossegues.

Vais aos poucos te desprendendo mais e mais desse apego que te consome a alma. É este o sinal do fim, quando mais nada sentires, quando mais nada te atormentar. Aí, então, podes te preparar, pois tudo vai mudar e seguir outro rumo. Aguarda; dias bem melhores virão. Nem sempre as tempestades são constantes. Há o tempo de trégua e haverás de tê-lo também.

Desliga-te dessa indisposição e procura te refazer, ajudando-te a ti mesmo. Deixa o tempo correr e espera com calma. Ainda serás feliz no teu viver. Não és condenado eternamente a um sofrimento. A vida continua.

Procura de alguma maneira, dentro do teu viver, alegrar-te um pouco. Procura sorrir, mesmo sofrendo, que isso te ajuda. Olha para trás. Já sofreste mais! Já transpuseste o maior caminho. Aproxima-se uma época de mais sossego para ti. Esteja certo de que vencerás e de que chegarás lá. Não te amedrontes. Ora e pede a Deus que te dê forças e prosseguirás o teu caminho.

Que o Senhor dos Mundos, senhor de todas as coisas criadas, possa te amparar, te conduzir e te dar toda a orientação em teu viver. Que o seu amanhã seja risonho e florido. Que o perfume dessas flores possa exalar sobre todos aqueles que não te compreendem na Terra e que eles sejam despertados por teu intermédio para o amor e para a caridade. Que a paz fique contigo e que os teus entes queridos sejam abençoados para sempre.

Graças a Deus.

A.A.

Mensagem psicografada no Rio de Janeiro (RJ) em 23/11/1974